Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
LeçadaPalmeiraOuvirMatosinhosDebateNotícias

“Ouvir Matosinhos” chegou ao fim

Ciclo de debates com a população percorreu as antigas 10 freguesias do concelho

27.11.19

Chegou ao fim o ciclo de debates com a população “Ouvir Matosinhos”, uma ideia lançada pela Presidente da Câmara de Matosinhos, Luísa Salgueiro, com o objetivo de ouvir os contributos e preocupações da população em relação ao território onde habitam.
Luísa Salgueiro esteve, assim, desde o início do mês de novembro num périplo pelas 10 antigas freguesias do concelho nesta tarefa de auscultação da população. São Mamede de Infesta, Senhora da Hora, Perafita, Lavra, Santa Cruz do Bispo, Custóias, Leça do Balio, Guifões, Matosinhos e Leça da Palmeira, foi esta a ordem dos debates com a população promovidos pela edil matosinhense, que esteve sempre acompanhada pelos Presidentes das Uniões das Freguesias envolvidas.
Ontem, o Centro Franciscano de Leça da Palmeira foi palco da última sessão do ciclo “Ouvir Matosinhos”. Ao lado da Presidente da autarquia esteve o Presidente da União das Freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira, Pedro Sousa, cabendo ao deputado da Assembleia Municipal e membro do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde, Carlos Mouta, a moderação deste encontro que contou com a participação de cerca de uma centena e meia de pessoas.
Na última sessão deste “Ouvir Matosinhos” estiveram ainda presentes a Presidente da Assembleia Municipal de Matosinhos, Palmira Macedo, o Vice-presidente da Câmara de Matosinhos, Fernando Rocha, o Vereador dos Recursos Humanos, Formação e Contraordenações, Valentim Campos, o administrador da Matosinhos Sport, Vasco Pinho, o Padre Henrique Marcelino, do Centro Franciscano de Leça da Palmeira, e Francisco Andrade, pároco de Leça da Palmeira, entre outros.
Na sessão de ontem, Luísa Salgueiro, procedeu ao habitual balanço dos dois anos do mandato autárquico e dos projetos realizados nas várias áreas de atividade: Finanças, Economia, Proximidade, Ação Social, Educação, Desporto, Saúde, Segurança Urbana, Planeamento, Mobilidade, Ambiente e Cultura, aproveitando ainda o momento da recente aprovação do Plano de Atividades e Orçamento para 2020, falando sobre o valor da dívida, que atinge o mínimo histórico dos últimos 20 anos, rondando os 35 milhões de euros. A isenção de derrama para empresas com volumes de negócios até 150 mil euros, a diminuição do IMI, ou a elaboração do regulamento de incentivos ao investimento foram outros temas em destaque.
Luísa Salgueiro referiu-se, ainda, à aposta no comércio tradicional, mais moderno e atrativo, na gastronomia, nos espaços do cidadão em cada freguesia, na descentralização das reuniões de Câmara nas 10 antigas juntas de freguesias e nas presidências abertas com os presidentes das Uniões de Freguesia.
A Presidente da Câmara falou também da aposta autárquica na ação social, destacando a promoção de medidas que estimulem a conciliação da vida pessoal e profissional, o conselho consultivo sénior, com o envolvimento de personalidades de várias áreas, o plano para a integração de migrantes, apresentado na Áustria como bom exemplo de integração, referindo-se, ainda, ao Provedor Municipal da Deficiência, que é de Leça da Palmeira, e à implementação da tradução das reuniões de Câmara e Assembleias Municipais para língua gestual portuguesa, que acompanhou ainda o ciclo de trabalho “Ouvir Matosinhos”.
No que respeita especificamente a Leça da Palmeira, Luísa Salgueiro, destacou, entre outros, os projetos de apoio à formação desportiva de 1216 atletas de variadas modalidades, o protocolo da Rede de Parceria de Instituições de Combate à Precariedade Económica com a Conferência de São João de Brito de Leça da Palmeira, os apoios diversos para atividades, obras ou veículos de várias instituições, as obras de conservação de várias vias públicas, e outras obras como a requalificação da Piscina da Quinta da Conceição e da Piscina das Marés, a requalificação da ES Boa Nova, a sede de escuteiros de Leça da Palmeira, a requalificação do Complexo da Bataria, e a requalificação do Centro de Leça da Palmeira.
Concluída a apresentação, Luísa Salgueiro aproveitou o momento para agradecer ao Padre Marcelino a abertura do Centro Franciscano à comunidade e a esta iniciativa, prometendo um novo ciclo de auscultação da população para o próximo ano.
Houve, como habitualmente, tempo para o período de participação do público que teve a oportunidade de colocar as suas questões. Assuntos como mobilidade e transportes, habitação, obras na via pública, ambiente e recolha de lixo, sinalização, a requalificação da Piscina das Marés, a Ponte Móvel, segurança e policiamento foram alguns dos muitos temas lançados pelo público presente.
No final da última sessão deste ciclo do “Ouvir Matosinhos”, o Presidente da União das Freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira homenageou a Presidente da autarquia com um ramo de flores e um quadro, felicitando-a por esta iniciativa, e realçando a sua importância nesta tarefa de aproximação dos cidadãos ao serviço público.

not_ouvir_mts_leca__1_
not_ouvir_mts_leca__2_
not_ouvir_mts_leca__3_
not_ouvir_mts_leca__4_
not_ouvir_mts_leca__5_
not_ouvir_mts_leca__6_
not_ouvir_mts_leca__7_
not_ouvir_mts_leca__8_

Artigos relacionados: