Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
EducaçãoNotícias

Computação e robótica criativa nas AEC

Currículo Local apresenta novidades tecnológicas no ano letivo 2019/2020

14.10.19

Viajar até Marte, visitar o museu do Louvre, a Capela Sistina ou a Casa da Arquitectura de Matosinhos, ver uma molécula ou a fisiologia do corpo humano são algumas das possibilidades que a realidade aumentada, com recurso à tecnologia 3D, permite e que, este ano letivo, estará à disposição dos alunos das escolas públicas do concelho.
“Estamos a formar cidadãos do melhor que há e a prepará-los para trabalhar em qualquer parte do mundo”, salientou a Presidente da Câmara, Luísa Salgueiro, aos 110 professores das Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC) que, este ano letivo, vão trabalhar nas escolas públicas do concelho e que foram hoje recebidos no Salão Nobre dos Paços do Concelho.
Desenvolvidas no formato de oficinas, com o objetivo de concretizar uma mudança de paradigma no que respeita ao ensino-aprendizagem, as AEC visam proporcionar outras experiências de caráter científico, tecnológico, ambiental, ecológico, cultural, social e desportivo, enriquecendo desta forma, o currículo formativo dos alunos do concelho.
As novas tecnologias ocupam ainda mais destaque no Currículo Local nas AEC, através de um novo programa de literacia digital, que inclui as áreas da computação, programação e robótica.
As oficinas de Educação Física e Modalidades Desportivas Locais, Música, Artes, Teatro, Ciências e Xadrez serão enriquecidas com a utilização de novas tecnologias.
A impressão a 3D, o cinema de animação ou a simulação holográfica aplicada ao património da cidade são outras novidades que serão testadas este ano.
Mas há mais: Scratch & Programação, Robótica & Computação Musical, Legos & Robótica, Weeebot, Drones, Eco-Robótica, Hidro-Robótica, Universo & Viagem 3D, Arte & Robótica, Laboratório Desenho & Impressão 3D, Ilustração Digital, 3D, Realidade Virtual & Cinema, Linguagem, Scratch & Xadrez, e Jogos, Xadrez & 3D.
O Vereador da Educação da autarquia considera que, este ano, “foi dado um salto qualitativo” no que respeita à oferta de atividades. “Estamos a dar novas competências aos nossos alunos para que estejam melhor preparados para os desafios do futuro”, acrescentou António Correia Pinto.

image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title

Artigos relacionados: