Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
OrquestraJazzMatosinhosMúsicaNotícias

JazzMinde 2019

Orquestra Jazz de Matosinhos no 15.º Festival de Jazz de Minde

16.06.19

A Orquestra Jazz de Matosinhos marcou ontem presença na 15ª edição do Festival de Jazz de Minde, referenciado por muitos como um dos melhores festivais de jazz da zona centro do país.

O Festival teve início no dia 13 de junho e tem final marcado para hoje, domingo, dia 16. Durante 4 dias o JazzMinde voltou a animar a Fábrica da Cultura, em Minde (Alcanena), mas desta vez com sessões deslocalizadas no Castelo de Torres Novas. O programa arrancou no dia 13, no Palco Castelo, em Torres Novas, com o concerto dos Jeffery Davis Quinteto.

Na sexta-feira, 14 de junho, voltou a Minde, com o Palco Fábrica a receber Seydel Harp Attack e Budda Power Blues, numa noite dedicada aos blues.

No sábado, dia 15, a animação começou à tarde com a atuação das orquestras dos conservatórios de música de Minde e de Ourém e os Camisas Negras. À noite, pelas 22h00, o Palco Fábrica ofereceu mais um programa de jazz, com concertos de TGB e a Orquestra Jazz de Matosinhos (OJM).

Recorde-se que a OJM foi criada em 1999 com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos. Desde então, tem vindo a afirmar-se como uma das formações mais dinâmicas do atual jazz português.

Constituída por alguns dos melhores músicos de jazz da região norte do país, a orquestra desenvolve hoje uma linha de orientação que privilegia, por um lado, a criação de um repertório próprio e, por outro lado, a organização de projetos específicos para os quais vem convidando solistas e maestros de relevo internacional.

Dirigida por Pedro Guedes e Carlos Azevedo, tem colaborado com nomes tão diversos como Maria Schneider, Carla Bley, Lee Konitz, John Hollenbeck, Jim McNeely, Kurt Rosenwinkel, João Paulo Esteves da Silva, Carlos Bica, Ingrid Jensen, Bob Berg, Conrad Herwig, Mark Turner, Rich Perry, Steve Swallow, Gary Valente, Dieter Glawischnig, Stephan Ashbury, Chris Cheek, Ohad Talmor, Joshua Redman, Andy Sheppard, Dee Dee Bridgewater, Maria Rita, Maria João, Mayra Andrade, Manuela Azevedo, Manuel Cruz, Sérgio Godinho, entre muitos outros.

Além das várias atuações em todo o país, a Orquestra Jazz de Matosinhos aposta na internacionalização, através da participação em vários festivais de jazz, bem como promove, no âmbito do seu serviço educativo, projetos de referência, de que é exemplo a “Grande Pesca Sonora”, num extenso programa de oficinas de música, arte multimédia e escrita criativa que termina, todos os anos, numa apresentação que junta dezenas de alunos com músicos da OJM.

image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title

Artigos relacionados: