Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
AnimarMatosinhosMúsicaNotícias

David Fonseca na Senhora da Hora

Músico de Leiria encheu Parque das Sete Bicas

15.06.19

David Fonseca contagiou ontem o público que encheu o recinto da Praça das Sete Bicas, na Senhora da Hora, apresentando-se em palco para um concerto cheio de luz, cor e animação.

O espetáculo é um dos eventos que a Câmara Municipal de Matosinhos preparou para o verão e incluiu no programa “Animar Matosinhos”. 

O músico de Leiria, que comemorou ontem o seu 46º aniversário, interpretou alguns dos seus temas mais conhecidos, recordando êxitos dos tempos em que integrou a banda Silence 4, mas também da sua carreira a solo com destaque para canções como “Someone That Cannot Love”, “The 80´s”, “Hold Still”, “Superstars”, “Kiss me, oh Kiss me” ou “Cry for Love”.

O concerto faz parte da digressão “Rádio Gemini”, título do seu último trabalho discográfico e do qual interpretou temas como “Oh my heart” e “Lullaby”.

A carreira de David Fonseca destacou-se nos Silence 4, projeto que abraçou entre 1998 e 2002. Seguiu-se uma carreira a solo. Em 2003, lançou o seu primeiro disco a solo, “Sing Me Something New”, com os êxitos “Someone That Cannot Love” e “The 80’s”.

Entre 2004 e 2006 integrou o projeto “Humanos” de tributo com António Variações, juntamente com Camané e Manuela Azevedo. Em 2005, lança “ Our Hearts Will Beat As One”, de onde se destacam os singles “Who Are U”, “Hold Still” (em dueto com Rita Redshoes) e “Our Hearts Will Beat As One”. Em 2007, apresenta “Dreams in Colour” e os singles Superstars II”, “Rocket Man” e “Kiss me, oh kiss me”. Segue-se, em 2009, o álbum “Between Waves”, de onde sobressaem os singles “Cry for Love”, “Stop for a minute” e “U Know Who I Am”.

Em 2012, apresenta “Seasons”, um trabalho que se divide em dois discos: “Rising” e “Falling”. Destaque para os singles "What Life Is For" e “All That I Wanted”.

Em 2014, reúne-se com os Silence 4 para dois concertos e um álbum ao vivo.

Depois de vários anos a cantar em inglês, David Fonseca estreia-se em 2015 em português na sua discografia a solo e lança "Futuro Eu”. “Futuro Eu”, “Chama-me Que Eu Vou” e “Hoje Eu Não Sou” foram algumas das canções de grande sucesso.

Em 2017, assina o álbum “Bowie 70", de tributo a David Bowie, que reúne versões do músico inglês por artistas nacionais como Rui Reininho, Ana Moura, Aurea, António Zambujo, entre outros.

Em 2018 chega o seu mais recente trabalho “Rádio Gemini”, que marca o regresso às canções em inglês.

Ao longo de mais de vinte anos de carreira, David Fonseca atuou nas principais salas de espetáculos do país, lançou quatro DVD’s ao vivo (um a solo, um com os Humanos e dois com os Silence 4), participou em inúmeros festivais de música em Portugal, mas também nos Estados Unidos da América, Brasil, Espanha, Itália ou Grécia.

Trabalhou com artistas como Luísa Sobral, Camané, Mário Barreiros, Mallu Magalhães, Rita Redshoes, Ana Moura, Sérgio Godinho, Alice Wonder, entre muitos outros.

Depois de David Fonseca, hoje, à mesma hora e no mesmo local, sobe ao palco a cantora Carolina Deslandes. A entrada é livre.

image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title

Artigos relacionados: