Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
OJMEducaçãoNotícias

Grande Pesca Sonora

“Memória de Peixe” foi o tema do espetáculo deste ano

15.05.19

A Grande Pesca Sonora, projeto da Orquestra Jazz de Matosinhos (OJM) em parceria com as escolas de Matosinhos, regressou no dia 11 de maio, tendo pela primeira vez como palco a Real Vinícola.
O espetáculo final, que juntou os alunos de algumas escolas de Matosinhos aos músicos da OJM na Tanoaria, junto à Casa da Arquitectura, foi o culminar de mais de seis meses de trabalho intenso de criação e performance musical, artes visuais, oficina literária e de movimento.
Com idades entre os 1 e os 80 anos, os intervenientes foram alunos da Escola Secundária Abel Salazar, Escola Secundária Augusto Gomes, Escola Secundária João Gonçalves Zarco, Escola de Música de Leça da Palmeira, Escola de Música Óscar da Silva, Jardim Escola João de Deus, Scholé, mas também, e pela primeira vez, elementos da Orquestra de Famílias de Matosinhos.
Resultado de meses de trabalho com a equipa de formadores do Programa Educativo da OJM, coordenada por Jorge Queijo, “Memória de Peixe” desenvolveu a vertente da música, escrita criativa, exploração de movimento e linguagens de programação aliadas à criação musical.
Do repertório fizeram parte temas compostos pelos alunos, mas também músicas de Duke Ellington, Billy Rose e Lee David, tendo havido ainda espaço para um discurso sobre a memória, escrito pelos estudantes, e uma performance da autoria de Henrique Apolinário.
Recorde-se que desde 2014 que a OJM promove, no âmbito do seu serviço educativo, o projeto “Grande Pesca Sonora”, um extenso programa de oficinas de música, arte multimédia e escrita criativa que termina numa apresentação juntando dezenas de alunos com músicos da OJM.
Trata-se de estimular as competências musicais e artísticas de alunos de Matosinhos, os quais tiveram a oportunidade de construir em conjunto com os músicos da OJM um concerto original.
Cada edição da Grande Pesca Sonora parte de um tema vago, mas inspirador, que é desenvolvido e nutrido ao longo do ano letivo com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos. Depois do ano zero (2014), os temas das edições anteriores foram “Pregões e Padrões” (2015), “Missão ao Fundo do Mar” (2016), “Plantas, Plantas com Música” (2017), e “Velocidade de Cruzeiro” (2018).
Constituída a 15 de dezembro de 1999, com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos, a OJM é uma instituição sem fins lucrativos que cumpre o papel de uma Orquestra Nacional de Jazz.

image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title

Artigos relacionados: