Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
NotíciasEspaçoCidadão

Mais seis Espaços do Cidadão

São agora oito os balcões de atendimento para os serviços públicos

14.01.19

Depois de Matosinhos e Senhora da Hora, entraram hoje em funcionamento mais seis novos Espaços do Cidadão no Concelho.
S. Mamede de Infesta, Custóias, Leça da Palmeira, Santa Cruz do Bispo, Perafita e Lavra dispõem, a partir de hoje, de um novo modelo de atendimento assistido, que congrega serviços disponíveis na internet dos vários organismos públicos num único ponto de acesso físico, que funciona como uma extensão das Lojas do Cidadão.
Solicitar a emissão da Carta de Condução, entregar despesas ADSE, tratar de assuntos relativos a emprego e formação profissional, solicitar uma caderneta predial junto da Autoridade Tributária, efetuar a alteração de morada no Cartão de Cidadão, requerer o Cartão Europeu de Seguro de Doença são alguns dos assuntos que as populações poderão agora tratar nas instalações das suas juntas de freguesia.
Estes novos Espaços do Cidadão surgem no âmbito de um protocolo assinado em 2015 entre a Agência da Modernização Administrativa, a Câmara Municipal de Matosinhos e as juntas das uniões de freguesia de Matosinhos e Leça da Palmeira, de Perafita, Lavra e Santa Cruz do Bispo, de S. Mamede de Infesta e Senhora da Hora, e de Custóias, Leça do Balio e Guifões.
Em breve, também Guifões e Leça do Balio terão Espaços do Cidadão.
Os seis novos balcões foram hoje inaugurados pela Presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, e pelo Secretário de Estado Adjunto e da Modernização Administrativa, Luís Goes Pinheiro. Presentes estiveram ainda o Vice-presidente, Eduardo Pinheiro, o Vereador da Cultura, Fernando Rocha, a Vereadora da Modernização Administrativa, Ângela Miranda, o administrador da MatosinhosHabit, Tiago Maia, o presidente da junta da união de freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira, Pedro Sousa, o presidente da junta da união de freguesias de S. Mamede de Infesta e Senhora da Hora, Leonardo Fernandes, o presidente da junta da união de freguesias de Custóias, Leça do Balio e Guifões, Pedro Gonçalves, e a presidente da junta da união das freguesias de Perafita, Lavra e Santa Cruz do Bispo, Lurdes Queirós.
Depois do descerramento das placas de inauguração nos vários Espaços do Cidadão, a sessão de encerramento realizou-se em Lavra.
Para Lurdes Queirós, este “é um dia muito importante para o norte do Concelho”. “Este Espaço do Cidadão é um serviço de proximidade que importa às pessoas. Esta é a verdadeira descentralização do serviço público. Somos uma instituição pública e temos a obrigação de prestar esse serviço público”, salientou a autarca.
“Estes seis novos espaços vêm dar corpo a uma prioridade do nosso mandato que é a proximidade. Num Concelho com 175 mil habitantes, temos mesmo que ponderar outras opções para garantir essa proximidade”, explicou Luísa Salgueiro, dando como outros exemplos de descentralização a iniciativa “Presidência Aberta” e as reuniões públicas de câmara nas várias uniões de freguesia.
Também o Secretário de Estado frisou a necessidade “de criar serviços onde existem pessoas”. “Temos que garantir que o território não se desertifica de serviços públicos. Estes Espaços do Cidadão servem de mediação entre a administração pública e os cidadãos menos familiarizados com as novas tecnologias”, acrescentou Luís Pinheiro.
Os seis novos Espaços do Cidadão inaugurados hoje no Concelho de Matosinhos juntam-se, assim, aos 537 existentes em todo o país que, em 2018, registaram um milhão e 280 mil atendimentos.

image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title

Artigos relacionados: