Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
Banner jornadas violencia contexto familiar 1 2500 2500

Matosinhos acolhe conferência internacional sobre violência em contexto familiar

17 e 18 de março // Salão Nobre dos Paços do Concelho

12.02.16

As páginas dos jornais e os noticiários das televisões não enganam: estão cheios de histórias de violência que têm como cenário o ambiente familiar. Para debater esta realidade e desenhar respostas mais adequadas no combate a esta epidemia social, a Câmara de Matosinhos, o Jornal de Notícias e o Fórum Europeu de Segurança Urbana (EFUS) vão reunir, nos dias 17 e 18 de março, alguns dos maiores especialistas nacionais e internacionais, na primeira iniciativa de uma nova série das Conferências de Matosinhos.

A conferência “Olhares sobre a violência em contexto familiar” aposta em tornar disponível o conhecimento atualmente existente sobre esta problemática, partilhando algumas das experiências e intervenções que têm sido colocadas no terreno com algum sucesso. Pretende-se, deste modo, criar orientações para a aplicação de políticas e modelos de intervenção local articulados e mais adequados.

As jornadas (ver programa abaixo) abordarão temas como a violência nas relações familiares e na intimidade, a proteção das vítimas, a prevenção da reincidência, a coordenação das forças policiais e a criminalização da agressão, sendo encerradas pela secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Catarina Marcelino, e pelo presidente do Fórum Europeu de Segurança Urbana, Guilherme Pinto.

Recorde-se que o Município de Matosinhos tem vindo a promover, há mais de 10 anos, estratégias de prevenção da violência e de proteção de vítimas com recurso a agentes de locais. Ainda assim, é reconhecida a necessidade urgente de repensar este modo de atuação, tendo em vista uma política de rede que integre simultânea e articuladamente programas de controlo e intervenção com pessoas agressoras, projetos de capacitação das vítimas e intervenção com famílias em risco, bem como projetos mais eficazes de educação social para a não-violência.

Com estas jornadas pretende-se conjugar o conhecimento nacional e internacionalmente disperso, promovendo-se a crítica reflexiva relativamente às práticas atualmente no terreno e às suas potencialidades e limitações.

Faça aqui a sua inscrição



Artigos relacionados: