Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
2500x600 a 1 2500 2500
NotíciasIrmãosPassosEscultura

Homenagem aos irmãos Passos

Primeiro-ministro inaugura escultura de Julião Sarmento

02.12.16

O Primeiro-ministro, António Costa, inaugurou hoje, em Matosinhos, o conjunto escultórico de homenagem aos irmãos Passos, a convite do Presidente da Câmara Municipal, Guilherme Pinto.

António Costa recordou que “o espaço público é de todos nós e é muito importante que conte a história do nosso país”. “A história do nosso país é feita de personalidades e momentos. Devemos trazer a história, alusiva a um período muito conturbado, para a atualidade de hoje. A história é um contínuo”, disse, elogiando ainda a homenagem prestada por Matosinhos “a duas personalidades que marcaram a nossa história”.

Também o presidente da Câmara Municipal de Matosinhos considerou que “o espaço público fica mais enriquecido”. “Os irmãos Passos trouxeram para Portugal um caminho novo. Queria algo que os imortalizasse. Sr. Primeiro-ministro, quero que se inspire nos irmãos Passos e que acredite no futuro dos portugueses”, concluiu Guilherme Pinto.

A escultura, da autoria de um dos mais conceituados artistas plásticos portugueses, está localizada no Passeio da Praia, em frente à Marginal de Matosinhos.
A obra de Julião Sarmento, intitulada “Dois Gémeos”, pretende evocar o pioneirismo e o génio dos Irmãos Passos.

Manuel da Silva Passos, natural de Guifões, ficou conhecido na história como Passos Manuel. Foi primeiro-ministro de Portugal entre setembro de 1836 e junho de 1837, e foi responsável pelo lançamento das bases do sistema público de ensino, o incremento do ensino técnico, a criação da Academia de Belas Artes, a nomeação de Almeida Garrett para a criação do Teatro Nacional de Lisboa (e para a melhoria dos outros teatros do país) ou a criação das escolas médico-cirúrgicas do Porto e de Lisboa.

O seu irmão, José da Silva Passos, foi o primeiro presidente da Câmara Municipal do Porto eleito, em 1833 (voltou a ocupar o cargo em 1846). Enquanto deputado do reino, foi o principal autor do Código Administrativo de 31 de dezembro de 1836, tendo ainda ocupado o cargo de subsecretário de Estado da Fazenda.

Julião Sarmento adiantou que a escultura dos irmãos Passos constitui a sua primeira escultura pública em Portugal.

O catálogo da escultura foi apresentado pelo crítico e curador Miguel von Haffe: “É um monumento muito singular. Corresponde, pela primeira vez, à apresentação dos dois irmãos, figuras cruciais da democracia. É uma homenagem ao espírito liberal, ao espírito democrático. É uma responsabilidade enorme para um artista plástico porque estamos cheios de maus exemplos de esculturas públicas. Esta é algo que vai perdurar no tempo”.

A cerimónia incluiu ainda a apresentação do espetáculo “Passos dos Passos”, pela Companhia de teatro Seiva Trupe.

Presentes na cerimónia estiveram a presidente da Assembleia Municipal de Matosinhos, Palmira Macedo, o Vice-presidente da Autarquia, Eduardo Pinheiro, o Vereador da Cultura, Fernando Rocha, o Vereador da Educação, António Correia Pinto, a Vereadora da Ação Social, Lurdes Queirós, o presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, o presidente da Assembleia Municipal do Porto, Miguel Pereira Leite, a deputada da Assembleia da República, Luísa Salgueiro, a administradora da Matosinhos Habit, Olga Maia, o presidente da junta da união de freguesias de Matosinhos- Leça da Palmeira, Pedro Sousa, o presidente da junta da união de freguesias de S. Mamede de Infesta- Senhora da Hora, António Moutinho Mendes, o presidente da junta da união de freguesias de Custóias, Leça do Balio e Guifões, Pedro Gonçalves, entre muitos outros convidados.

Imagem00001 1 882 600
Imagem00002 1 882 600
Imagem00003 1 882 600
Imagem00004 1 882 600
Imagem00005 1 882 600
Imagem00006 1 882 600
Imagem00007 1 882 600
Imagem00009 1 882 600
Imagem00010 1 882 600
Imagem00011 1 882 600
Imagem00012 1 882 600
Imagem00014 1 882 600
Imagem00015 1 882 600
Imagem00001  1  1 882 600

Artigos relacionados: