Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
ExposiçõesWorkshopsCasadoDesignEventos

Imprimere

250 anos da Imprensa Nacional

10.05.18 a 05.01.19

WORKSHOPS PARALELOS:

  • PROCESSOS SERIGRÁFICOS TRADICIONAIS - 29 DE SETEMBRO
    Com Catarina Lopes
    A partir do mais elementar que a técnica de impressão serigráfica permite, neste workshop será desenvolvido um dos processos directos com recurso a bloqueador de redes a partir do stencil, ceras, pastel de óleo e borracha líquida.
    Participantes máx. 10 | mín. 5 — €20 euros p/ pessoa; materiais fornecidos pela organização

  • VISITA GUIADA COM OS CURADORES - 4 DE OUTUBRO
    Com Rúben Dias e Sofia Meira
    Participantes máx. 30 | mín.5 — gratuito

  • TIPOGRAFIA COM CARACTERES MÓVEIS (oficina infantil) - 6 DE OUTUBRO
    Com Rúben Dias e Sofia Meira
    Vem fazer um cartaz com com caracteres móveis de madeira e chumbo, para perceberes como se fazia antes dos computadores. Passo a Passo escolhemos as letras fazemos a composição e vamos imprimir para ver como funciona. “Com a mão na massa” apresentamos-te quem foi Gutenberg, o que são tipos, e porque é que isto tudo foi tão importante para os dias de hoje.
    Participantes máx. 10 | mín. 5 — gratuito

  • CAPAS DE PEDRA: LITOGRAFIA E PROCESSO - 13 DE OUTUBRO
    Com Gabriela Machado
    O workshop destina- se a desenvolver uma experiência processual sobre a litografia. Do como se faz e como se multiplica um desenho a partir de chapa preparada como a pedra na litografia. Será estudada a relação com o stencil para a criação de desenhos transportados a partir de folhas de papel especificamente preparadas para o efeito , numa aproximação aos usos e métodos adotados em contexto comercial da litografia.
    Participantes máx. 10 | mín. 5 — €20 euros p/ pessoa; materiais fornecidos pela organização

  • DOS TRAPOS AO PAPEL, PROCESSO FOLHA A FOLHA - 20 DE OUTUBRO
    Com Anabela Carvalho e Sofia Faria
    Mergulhando na história de fazer papel, desde o século XV até ao início do século XX, Sofia Faria e Anabela Carvalho irão dar a conhecer a arte de transformar trapos de algodão em finas folhas de papel branco feito à mão… tal como se fazia no espaço manufatureiro oitocentista do Engenho da Lourença, em Paços de Brandão.
    Participantes máx. 10 | mín. 5 — gratuito

  • ENCADERNAÇÃO COPTA - 27 DE OUTUBRO
    Com Catarina Azevedo
    A encadernação Copta distingue-se pela sua lombada aberta e costura à vista, permitindo que o livro abra em toda a sua amplitude. Esta sessão contempla a construção de um diário pessoal, de capa dura, que o participante poderá levar consigo no fim da formação.
    Participantes máx. 10 | mín. 5 — €20 euros p/ pessoa; materiais fornecidos pela organização

  • IMPRESSIONANTE GELATINA (oficina infantil) - 3 DE NOVEMBRO
    Com Walter Almeida e Vânia Meleiro
    Esta oficina tem como tema a tipografia, onde o grupo será confrontado com as fontes/tipos móveis patentes na exposição IMPRIMERE, que servirá como estratégia e convite para explorar as letras do seu próprio nome. Depois de criar a sua identidade tipográfica, cada participante irá recortar em papel a letra ou letras do seu nome que julgar mais sugestivas para a realização de algumas provas. Para o efeito serão exploradas as cores primárias, num surpreendente exercício de sobreposições e revelações cromáticas.
    Participantes máx. 10 | mín. 5 — €10 euros p/ pessoa; materiais fornecidos pela organização

Local: Casa do Design Matosinhos
Inscrições: casadodesign@cm-matosinhos.pt 

  • Após a confirmação da inscrição por parte da Casa do Design, deverá proceder ao pagamento do workshop nas 48h seguintes, devolvendo ao email de contacto o comprovativo do pagamento. A sua inscrição só é validada após o envio de comprovativo da transferência bancária | IBAN PT50004601070060026762825 | Programação sujeita a alterações

evento imprimire 2

531 anos depois de Samuel Gacon ter impresso em Faro o primeiro livro produzido em Portugal segundo o método dos caracteres móveis inventado pelo alemão Johannes Guttenberg, a Casa do Design de Matosinhos dedica uma grande exposição à tecnologia que permitiu reconfigurar o mundo e a transmissão do saber. Imprimere — Arte e Processo nos 250 Anos da Imprensa Nacional vai ser inaugurada no dia 10 de maio, às 18 horas, explorando os principais processos e técnicas de artes gráficas relacionadas com a produção do livro.

A exposição, promovida pela Câmara Municipal de Matosinhos, pela esad—idea, Investigação em Design e Arte e pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda, assinala o 250º aniversário da fundação da Impressão Régia e ficará patente até 3 de novembro, mostrando instrumentos, máquinas, tecnologias e artefactos que ilustram a história da produção gráfica em Portugal.

Com curadoria de Rúben Dias e Sofia Meira, a extensa mostra documental contará com duas máquinas históricas em funcionamento e um espaço-oficina onde o público poderá conhecer e experimentar algumas das técnicas de impressão. Rúben Dias é tipógrafo, designer de tipos e docente na ESAD, e Sofia Meira é designer gráfica e responsável pela Oficina de Tipografia da ESAD, estando ambos a desenvolver investigação nesta área.

Explorando de forma didática os principais processos, técnicas e tecnologias de artes gráficas subentendidas à produção do livro, a exposição Imprimere (que em latim significa imprimir, marcar, cravar, afundar) procura, segundo os curadores, «recuperar o conhecimento passado outrora entre mestre e aprendiz, tanto numa perspetiva de redescoberta como de reinterpretação para o presente».

«O espaço físico e a amplitude do espólio a exibir obrigam a uma seleção de conteúdos, procurando-se, através da narrativa de construção do livro e do percurso incontornável da Imprensa Nacional, demonstrar a relevância dos vários processos técnicos para as artes gráficas em geral», assinalam Rúben Dias e Sofia Meira no texto curatorial.

Numa altura em que técnicas gráficas artesanais se têm revelado uma alternativa aos atuais sistemas massificados de produção, Imprimere — Arte e Processo nos 250 Anos da Imprensa Nacional permite, assim, redescobrir as tecnologias que marcaram a execução do livro, num paralelismo com a história da Imprensa Nacional, que acompanhou e contribuiu ativamente para a evolução das artes gráficas em Portugal, da Impressão Régia à atualidade. Do papel à encadernação, passando pelos tipos, pela calcografia, pela serigrafia e pela litografia, a exposição constitui um dos momentos altos da programação cultural de Matosinhos em 2018.

«Se a Bíblia impressa por Guttenberg em 1455 constituiu um salto admirável para as possibilidades de generalização do conhecimento, da cultura e da consciência de que somos herdeiros, a criação da Imprensa Nacional, há 250 anos, deve ser recordada como um momento histórico em que o Estado assumiu a responsabilidade de contribuir para a instrução dos seus cidadãos, procurando que o livro e o saber a ele associado chegassem a um número cada vez maior de pessoas, e divulgando a cultura e a língua portuguesas», escreve a presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, no catálogo da exposição.

image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title

Artigos relacionados: