Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos

Plano Diretor Municipal

PDMUrbanismo

Caro munícipe,

Matosinhos é um dos concelhos mais dinâmicos e interventivos do País. Destaca-se pelo empreendedorismo, por questões fulcrais como a Educação, o Ambiente e o Urbanismo, pela ambição em fazer do turismo um pólo de atratividade!

Por isso, temos de ter a noção exata da importância do nosso território: da sua faceta urbana que palpita energia e vitalidade, da vertente rural que tanto nos orgulha, dos espaços verdes que queremos manter e alargar, de uma orla costeira que nos faz destino privilegiado de verão e inverno, de rios, riachos e ribeiros que nos atravessam, de zonas industriais que queremos sãs e repensadas.

Centro da mobilidade e da logística da Região, quer no transporte de pessoas e mercadorias, quer na produção e distribuição energética, sede de boa parte das atividades económicas que mais longe levam o nome de Portugal, Matosinhos não pode pensar-se sem refletir essa importância e sem afirmar uma voz cada vez mais ativa no contexto da região e da Área Metropolitana do Porto.

E fazê-lo através de uma estratégia que consensualiza posições que permitem abordar de forma coerente e eficaz as novas oportunidades que se abrem no turismo, na inovação tecnológica, que permitam rentabilizar os investimentos no Espaço Quadra, no Centro de Inovação Empresarial, que alberga o grupo Impresa. No Ceia, nas Plataformas Logísticas, na Escola de Gestão do Porto, no Terminal de Cruzeiros, que possam aproveitar todas as potencialidades de uma Universidade de excelência e instituições e infraestruturas de nível mundial como o Aeroporto Francisco Sá Carneiro e o Porto de Leixões. Na Casa da Arquitetura ou na Casa do Design, ambas em construção, numa aposta no design e na criatividade.

Matosinhos é um concelho que queremos permanentemente inclusivo. Joga aqui papel importante um urbanismo de qualidade, com garantia de escala e transparência, induzindo soluções no tecido urbano e avançando com firmeza para a revisão do Plano Diretor Municipal. Uma revisão feita com todos, com uma equipa de trabalho que conhece cada pormenor nos nossos mapas territoriais, mas também com quem aqui vive, aqui trabalha, aqui tem os seus terrenos.

Por outro lado, nenhuma cidade pode desenhar o futuro sem reabilitar as zonas históricas. Nenhum concelho pode, por isso, descurar a requalificação urbana, cruzando-a com a mobilidade e com a sustentabilidade, apostando na requalificação das vias de comunicação que se entrelaçam em cada um dos seus territórios.

A nossa estratégia, M2C, Mar, Movimento e Cultura tem que ser discutida e aprofundada para dar lugar ao Matosinhos das próximas gerações.

Ajude-nos a redesenhar o concelho de Matosinhos, fazendo do PDM um instrumento de trabalho fundamental, eficaz e indutor de um território com qualidade, com harmonia e que consegue ir ao encontro das pessoas que o habitam.

O que agora lhe propomos é um documento estratégico para os próximos 20 anos. Os recursos materiais são escassos e é fundamental que as prioridades a elencar sejam consensualizadas com quem delas vai beneficiar: os matosinhenses.

Venho mais uma vez ao seu encontro porque a sua opinião é importante para concretizar a revisão que estamos a fazer do PDM, um documento para as gerações vindouras.

Participe! Estamos a decidir o nosso futuro!


O presidente da câmara