Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
CruzVermelhaAçãoSocialNotícias

“Primeiro Passo” faz anos

Centro de apoio à vítima de violência contemplado com nova viatura

13.05.19

A 13 de maio de 2009 abria as portas em Matosinhos o Centro de Apoio à Vítima.

Este projeto da Cruz Vermelha Portuguesa contou com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos desde o início e ao longo da última década.

Denominado "Primeiro Passo", este centro surgiu com o objetivo de dar resposta a alvos de violência doméstica, tráfico de seres humanos, violação, maus tratos físicos e psicológicos, entre outros. Os utentes têm garantida, de forma gratuita, informação, apoio, acompanhamento e aconselhamento social, psicológico e jurídico.

Hoje assinalou-se o 10º aniversário do “Primeiro Passo”, numa cerimónia que contou com a participação da Presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, do Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, Francisco George, do Diretor do Centro Distrital do Porto do Instituto de Segurança Social, Miguel Cardoso, da Presidente da Delegação de Matosinhos da Cruz Vermelha Portuguesa, Patrícia Faro, e da representante da Delegação Regional da Comissão para a Cidadania e Igualdade do Género, Paula Caldas.

Constituído por uma equipa multidisciplinar, o “Primeiro Passo” assegura acompanhamento jurídico e psicossocial a todas as vítimas de violência, principalmente vítimas de violência doméstica que representam cerca de 95% dos processos.

Na última década, o "Primeiro Passo" encaminhou cerca de 70 vítimas para casa de abrigo e cerca de 50 para estruturas de acolhimento de emergência, tendo de momento cerca de 500 processos ativos.

As vítimas são maioritariamente mulheres (95%) e pertencem, quase na totalidade, ao concelho de Matosinhos.

Segundo Patrícia Faro, no sentido de garantir uma maior proximidade a todas as vítimas, descentralizando os atendimentos, o “Primeiro Passo” celebrou, no último ano, protocolos de colaboração com algumas das juntas de freguesia do Concelho, às quais os seus técnicos se deslocam semanalmente. Ainda neste sentido, está para breve a assinatura de um protocolo com o Ministério Público de Matosinhos.

Já Luísa Salgueiro frisou que, apesar de todos os esforços, o número de vítimas mortais em casos de violência doméstica tem aumentado de forma exponencial. Em 2019, são já 14 as vítimas mortais. “Estes números são assustadores, são revoltantes. 10 anos depois, este centro deveria ser desnecessário, mas infelizmente continua a ser uma realidade dramática para o país. A curva da violência doméstica continua a crescer. A necessidade agora é alargar este projeto e fazê-lo crescer”, salientou a edil.

A sessão comemorativa do 10º aniversário do “Primeiro Passo” envolveu ainda a apresentação de uma performance intitulada “Grito Surdo”, de Carina Ferrão.

Também hoje se procedeu à entrega simbólica de uma viatura de carga cedida pela Câmara Municipal à Delegação de Matosinhos da Cruz Vermelha Portuguesa, que irá permitir o alargamento da resposta de Serviço de Apoio Domiciliário, nomeadamente do serviço de entrega de refeições e de produtos de apoio como camas articuladas, cadeiras de rodas, entre outros artigos para pessoas dependentes e/ou acamados.

Not cv  1  1 882 600
Not cv  2  1 882 600
Not cv  3  1 882 600
Not cv  4  1 882 600
Not cv  5  1 882 600
Not cv  6  1 882 600
Not cv  7  1 882 600
Not cv  8  1 882 600
Not cv  9  1 882 600
Not cv  10  1 882 600
Not cv  11  1 882 600
Not cv  12  1 882 600
Not cv  13  1 882 600
Not cv  14  1 882 600

Artigos relacionados: