Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos

Arte Urbana

HAZUL LUZAH

imagemA street art de Hazul é feita de linhas, círculos e outras formas geométricas que encaixam em qualquer imagem, uma forma fácil, rápida e eficaz de preencher o espaço. Pinta de noite, sozinho e por fases. Pinta figuras que têm "emaranhadas" a mitologia de culturas antigas, tema que desperta o seu interesse. Editou recente o MAPA HAZUL, roteiro que reúne cerca de 55 peças pintadas no Porto. Realizou intervenções em Paris, Tours, Crissay sur Manse, entre outras.

"A arte do autodidacta do Porto, Hazul, é uma mistura bem condimentada. Apresenta um bestiário interessante: serpentes que parecem pássaros do paraíso, figuras proto-xamânicas, seres de outra galáxia e de outra dimensão. Influências orientais ou de civilizações mais recônditas, parecem ter inspirado Hazul.

Corações, muitos corações, nossas senhoras, todo um imaginário que nos remete para o nosso Portugal tradicional. Nesta criação urbana surgem de forma inesperada imagens quase simbólicas que nos fazem lembrar uma tradição gótica ou românica, herméticas, fortes e bem marcantes.” (fonte: Walk&Talk 2012) https://www.facebook.com/eusouhazul/ 

 

PARIZ ONE

imagemPariz One nascido em 1984, é formado em audiovisuais, Artista de Graffiti internacionalmente reconhecido, Diretor Criativo e ainda CEO na empresa Music Monsters World,lda.

Começou por fazer graffiti em 1999, singrando nesta mesma altura no mundo do street art, juntando assim as duas vertentes artísticas, tornando-se um artista completo no que diz respeito á arte de rua. Em 2001 começou por colaborar e a executar trabalhos de graffiti a nível profissional, para particulares, empresas privadas e marcas a nível nacional e internacional, tais como El corte Inglês, MTV, Pepsi, Citroên, Belton Molotow, Lee, Bench, Waves&woods, Reebok, Zilian, Dunlop, Lonsdale entre outras…

A partir de 2003 iniciou as suas viagens pela Europa, as quais despertaram no artista uma visão global e diferente a nível cultural e artístico. Conta com trabalhos em vários países a nível mundial, como Alemanha, Croácia, Estados Unidos, Itália, Inglaterra, China, França… e dezenas de outros mais.

Tendo ganho concursos, Pariz integrou vários eventos, a nível internacional, organizou a etapa Ibérica do campeonato do mundo de graffiti conhecido por Write 4 Gold, dando mais tarde continuidade a este Projeto a nível nacional. Em 2008 dá início ao projeto ”The Writers Bench”, um espaço dedicado aos artistas de graffiti e street art, local onde poderíamos encontrar exposições e exibições mensalmente.

Atualmente colabora com uma das maiores marcas de material para graffiti a nível mundial, a marca MOLOTOW sendo ainda artista oficial da marca MM.
Está diretamente ligado a sectores públicos como a Câmara Municipal de Lisboa, algumas Juntas de Freguesia espalhadas pelo país, bem como a associações em Frankfurt na Alemanha, em Amsterdão ou até em Nápoles em Italia, dando asas ao seu projeto de recuperação e valorização de espaços públicos.

Faz parte de 4 crews Graffiti Voodoo Skills (Portugal, Alemanha, Inglaterra, Holanda),Very Dirty Style (Portugal, Espanha, Italia,Suiça), Cant Stop Fanatics (Alemanha, Itália), e TKO(Estados Unidos).

Os seus trabalhos estão espalhados um pouco por toda a internet, com entrevistas em várias línguas, em sites de vários países, filmes e documentários, tendo sido convidado para trabalhar para o site ilovegraffiti.de, este site é o nº1 a nível mundial neste momento no que diz respeito a graffiti. Ainda podemos encontrar trabalhos do artista espalhados por todo o mundo em formato de revista e livro.

O seu estilo é caracterizado por ser grande, wild e colorido, o verdadeiro WildStyle. Apaixonado por letras e pela magia que estas lhe transmitem, Pariz junta elementos do oldschool de Nova York com elementos da newschool Europeia, criando assim aquilo que o artista chama de “New Old School Style”

http://pariz-one.com/ 

 

MR DHEO

imagemMr.Dheo esteve sempre ligado à Arte.

Aos três anos de idade começou a copiar frases de jornais e revistas e a desenhar sozinho. Rejeitando sempre qualquer tipo de envolvência a uma escola ou curso de Arte durante a adolescência desenvolveu as suas próprias técnicas, o que lhe permitiu registar uma evolução sem influências diretas.

Como autodidata, o seu primeiro contacto com o graffiti surgiu aos quinze anos e rapidamente os seus desenhos se transformaram em inúmeros estudos de letras. Meses mais tarde fez o primeiro trabalho na rua e foi conhecendo outros artistas com os quais se identificava e que o motivavam a continuar.

Hoje – depois de dezasseis anos de trabalho contínuo – Mr.Dheo já fez intervenções em mais de trinta cidades internacionais. Colabora com conhecidas marcas e empresas internacionais apesar de eleger a rua como o local perfeito para criar. Versátil, dedica-se sobretudo a produções foto realistas que, conjugadas com componentes gráficas, lhe conferem um estilo próprio em constante crescimento e desenvolvimento.

http://www.mrdheo.com/ 

 

ARM COLLECTIVE

imagem“O ARM Collective surgiu em 2005 da colaboração de dois artistas: Miguel Caeiro aka RAM e Gonçalo Ribeiro aka MAR. Dedicam-se exclusivamente à arte urbana desde 2000 e 2005 respetivamente. Com estilos bastante diferentes / RAM pratica um graffiti freestyler, experimental e psicadélico / MAR trabalha com motivos figurativos surgidos de um imaginário particular, pintam directamente na parede, à mão livre, proporcionando resultados espontâneos e orgânicos na adaptação da pintura ao espaço/parede.” (wollfest.org)

Realizaram o Mural dos Lusiadas na Av.da India, em Lisboa, trabalho selecionado para representar Portugal no Tour Paris 13.

Miguel Caeiro - RAM (Rapid Aerosol Movements), denomina-se o primeiro “street artist” português a viver exclusivamente da pintura de murais, há mais de 15 anos. Autodidata, tem trabalhos realizados em mais de três dezenas de países.

Gonçalo MAR é licenciado em Design de Moda pela F.A.L. Movido por convicções artísticas, MAR procura evoluir, sempre, com e para o Movimento de Graffiti. Conhecido pelos seus bonecos ou characters, destaca-se pela forma como constrói as suas personagens e ambientes.

https://www.facebook.com/ARMcollective-272743989453705/ 

 

KATRE

imagemKatre, desde os seus primeiros anos, interessou-se pela banda desenhada, fotografia e desenho. No início de 1990, descobriu o graffiti e apaixonou-se por esta prática, que lhe permitia exprimir-se em exterior, assim como explorar diferentes tipos de superfícies. Entre 1998 e 2005, envolve-se no movimento "Steus" e as suas atividades diversificam-se: da produção de murais à orientação de oficinas de grafitti.

Intrigado com terrenos vazios e espaços abandonados, consagra a sua expressão plástica em 2003 na piscina Molitor, em Paris. Em 2005, continuou as suas pesquisas, assinando o livro "Out of Time" (ed Colorszoo) reagrupando cinquenta artistas urbanos e suas intervenções em lugares abandonados. Esta paixão leva-o a percorrer caminhos desconhecidos em busca de zonas industriais abandonadas, nunca deixando de pintar os muros parisienses. Em 2012 lançou o seu segundo livro, "Out of Time 2" (ed Pyramyd) uma referência artística na cena da street art francesa.

Viagens e reuniões permitem-lhe integrar vários coletivos, participando regularmente em festivais mundiais (China, Chile, Austrália, Espanha, Itália ...).

http://www.katre.fr/ 

 

FELIPE PANTONE

imagemOriundo da Argentina, com atual residência em Espanha, Pantone é um aclamado pintor em plataformas de street art como a Global street Art ,Velvet League Int. e Stedart . Pelas palavras de James Buxton, o trabalho de Felipe Pantone está “na vanguarda da arte de rua. Alargando as convenções do graffiti, tipografia e abstração, o seu trabalho funde elementos ousados de design gráfico com formas geométricas altamente evoluídas para criar uma estética ultra- moderna que complementa e reage com a modernidade austera das nossas paisagens urbanas. Refletindo a realidade e as preocupações da era digital e a velocidade com que a tecnologia se desenvolve, a arte de Pantone é como olhar vários anos -luz à frente para o futuro, e descobrir uma nova linguagem para se comunicar.”

Nesta exploração, Pantone cria uma hibridação artística, científica e eletrónica. Os seus trabalhos são contagiados pela digitação, figurativa e abstrata, e imbuídos de manifestos ilusórios, cinéticos e formalistas.

Exibições e trabalhos distribuídos mundialmente em países como Japão, França, Holanda, Tailândia, México, Escócia, Estados Unidos, Alemanha, Bélgica, entre outros.

http://www.felipepantone.com/ 

 

imagem

1. HAZUL LUZAH, PARIZ ONE // 2 . MR. DHEO // 3. KATRE
4. ARM COLLECTIVE // 5. FELIPE PANTONE