Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
Imagem festa da poesia 1 2500 2500
FestadaPoesiaLiteraturaCulturaEventos

Festa da Poesia

Matosinhos

07 a 09.12.16

Aproxima-se a passos largos o momento do ano consagrado a Florbela Espanca. A Câmara Municipal de Matosinhos volta a assinalar o dia 8 de dezembro, organizando mais uma edição da Festa da Poesia. Na edição de 2016, a Festa vai fazer-se de muitas atividades distintas, dirigidas a todos os munícipes e distribuídas por vários espaços do concelho, com a Biblioteca Municipal Florbela Espanca no foco das operações poéticas.

Haverá leituras públicas e conversas ao redor da vida e obra Nuno Júdice e Manuel Alegre. E trocas vivas de amor entre Maria do Rosário Pedreira e Manuel Alberto Valente, ao som dos Poemas Que Te Direi. Baixando a guarda em relação ao poder inspirador e hipnótico da palavra, voltaremos a ter Poesia no Quarto Escuro no auditório da Biblioteca Municipal Florbela Espanca, comandada pelos diseurs Alexandra Gonçalves, Jaime Rocha, Miguel Guedes e Sónia Balacó. E Carlos Alberto Moniz, resgatando José Carlos Ary dos Santos, Manuel Alegre ou Ricardo Reis, vai apresentar-nos ao Vinho dos Poetas. A poesia estará sempre presente, até entre sessões, com Raquel Patriarca a assegurar que a palavra dita ecoe pelas paredes biblioteca municipal.

Os mais novos serão apresentados às Trava-lengas, um encontro entre as lengalengas e os trava-línguas, e às oficinas de poesia e artes plásticas que vão encher a biblioteca de poesia. O rapper Mundo Segundo levará os seus ritmos e rimas até aos alunos de uma escola do concelho de Matosinhos, e os desconcertantes Isaque Ferreira e Rui Spranger vão dizer poesia às alunas internas do Internato Nossa Senhora da Conceição da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia do Bom Jesus de Matosinhos.

O Cineteatro Constantino Nery será palco do espetáculo «Portugal dos Poetas», onde Portugal será falado e contado nas palavras dos seus poetas em palavras de escárnio e bem-dizer e de apreço e maldizer, uma produção do Teatro Meridional com Natália Luiza, e o auditório da vila de Custóias receberá a performance poética «Florbela», de Onofre Varela numa jornada que encerra e estende as fronteiras da poesia pelo concelho.

De destacar ainda a poesia feita livro. Cumprindo a missão de espalhar a palavra e o português falado por milhões, a Câmara Municipal de Matosinhos lançará Naquela Língua – cem poemas e mais alguns, uma antologia da novíssima poesia brasileira coordenada por Francisco José Viegas, pondo no papel e à disposição dos leitores portugueses a literatura que se faz hoje do lado de lá do oceano. Separados por tanto mar, só a língua nos pode unir e fazer cumprir um destino comum. Será também apresentado o livro “Viajar com… Luísa Dacosta”, uma a publicação que integra a coleção “Viajar com… Os Caminhos da Literatura”, da responsabilidade da Direção Regional da Cultura do Norte.

A Festa da Poesia é um projeto de referência para a Câmara Municipal de Matosinhos. Iniciada em 2005, ano da construção do novo edifício da Biblioteca Municipal Florbela Espanca, esta Festa assinala o dia 8 de dezembro, um dia duplamente marcado pelo nascimento e morte desta poetisa portuguesa (1894-1930).

PROGRAMA:

Atividades antes do evento

> Vamos encher a biblioteca de poesia? Poemas ilustrados, feitos por pequenos poetas, que estarão em mostra, na Biblioteca Municipal Florbela Espanca, até ao final do ano.

> No meio do caminho havia um verso. Versos em stencil junto às passadeiras, no centro da cidade e outras zonas de intenso tráfego.

> Poemas com(o) Flores. Distribuição de 500 flores com um poema a outras tantas mulheres.

7 dezembro*

10.00 | Biblioteca Municipal Florbela Espanca | Trava-lengas
E se as lengalengas e os trava-línguas se encontrassem? Como é que a poesia se pode enrolar na língua. Uma oficina de leituras e poesia de deixar a língua num nó.
Convidado: José Pires

10.00 | Escola a definir | Rap na escola
Ida de um rapper a uma escola do concelho para falar do processo criativo poético ligado à música Rap.
Convidado: Mundo Segundo

15.30 | Biblioteca Municipal Florbela Espanca | A árvore dos poemas
Poderá uma árvore de natal ser apenas feita de poesia? Uma oficina de poesia e artes plásticas com sabor a Natal.

15.30 | Internato Nossa Senhora da Conceição | Leitura de poesia para jovens
Convidados: Isaque Ferreira e Rui Spranger

21.30 | Biblioteca Municipal Florbela Espanca | Entrevista de vida
Ensaísta, poeta, escritor, professor. Um homem de Letras, que lhe foram escrevendo a biografia recheada. Nesta edição Festa da Poesia percorremos a vida de Nuno Júdice, os seus feitos, as suas musas e as suas afinidades eletivas. Porque a vida também é a Matéria do Poema.
Convidado: Nuno Júdice

22.30 | Biblioteca Municipal Florbela Espanca | O vinho dos poetas
Homenagem à relação entre a poesia e o vinho. De José Carlos Ary dos Santos a Manuel Alegre, ou de Ricardo Reis a João Cabral de Mello Neto.
Convidado: Carlos Alberto Moniz

8 dezembro*

15.00 | Biblioteca Municipal Florbela Espanca | Apresentação do livro «Viajar com... Luísa Dacosta»
Convidados: Fernanda Araújo (Direção Regional de Cultura do Norte)

15.45 | Biblioteca Municipal Florbela Espanca | Os poemas que te direi
Diálogo poético, com leitura de poemas. Poesia, Amor e Cumplicidade.
Convidados: Manuel Alberto Valente e Maria do Rosário Pedreira

16.45 | Biblioteca Municipal Florbela Espanca | Lançamento do livro «Naquela Língua - Cem poemas e alguns mais – Antologia da novíssima da poesia brasileira»
Convidados: Luca Argel e Mariano Marovatto. Com a presença de Francisco José Viegas

17.30 | Biblioteca Municipal Florbela Espanca | Poemas no Quarto Escuro
Apelando ao poder da palavra e potenciando esse poder, este é um espetáculo onde se pretende uma experiência sensorial através da palavra dita.
Convidados: Alexandra Gonçalves, Miguel Guedes, Sónia Balacó, Jaime Rocha

21.30 | Auditório da Junta de Custóias | Performance poética «Florbela»
Convidado: Onofre Varela

* Leitura de poemas por Raquel Patriarca nos intervalos das sessões

9 de dezembro

21.30 |Cineteatro Constantino Nery | Portugal dos Poetas
Portugal falado e contado nas palavras dos seus poetas em palavras de escárnio e bem-dizer e de apreço e maldizer
Produção: Teatro Meridional. Com a presença de Natália Luiza

imagem

imagem

Local:
Biblioteca Municipal Florbela Espanca

Artigos relacionados: