Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos

Ambiente

Ambiente
ambiente.jpeg
ambiente-2.jpeg
20070726175837657958.jpegAtualmente, preservar os recursos naturais e racionalizar o seu uso figuram entre os problemas mais urgentes que os indivíduos, as sociedades e os Estados têm de enfrentar. No campo do desenvolvimento, cada sociedade deve utilizar os seus recursos naturais, procurando encontrar um equilíbrio entre necessidades e interesses antagónicos e satisfazer o que é indispensável na economia e na sociedade, sem comprometer a existência desses recursos a longo prazo, nem a viabilidade dos ecossistemas de que dependem as gerações presentes e vindouras.
 

À escala nacional, constata-se que as políticas urbanas dos nossos dias têm vindo a congregar, cada vez mais afincadamente, as preocupações ecológicas, a gestão ambiental e a revitalização dos espaços públicos.
 
Matosinhos não é exceção. Daí que, nos últimos anos, sejam várias as medidas de proteção ambiental impulsionadas pelo Município. É necessário a adoção de políticas específicas que assegurem o respeito pelo ambiente, de forma a que ocorra um desenvolvimento ecologicamente racional.
 
Num concelho como o nosso - cuja dinâmica decorre quer da posição que ocupa enquanto parte integrante da Área Metropolitana do Porto, quer do natural relevo que assume como mancha urbana e interface de distribuição de mercadorias e eixos viários (de que o Porto de Leixões e as principais linhas rodoviárias de ligação ao Norte, Sul e interior do país são exemplos relevantes), quer ainda das diretrizes desenhadas para o curto, médio e longo prazo, falar de ambiente é sinónimo de falar de uma política abrangente e integrada, dos espaços verdes aos RSU’s, passando pela salvaguarda da orla costeira e qualidade das águas balneares, pela educação ambiental, pela reconversão urbanística, pela proteção da fauna e flora, pela gestão da água, pela qualidade do ar, pelos problemas da poluição nas suas diversas vertentes, pela valorização do património natural. Em suma, por uma efetiva qualidade de vida, para cuja melhoria muito temos contribuído.
 
A questão ambiental é, fundamentalmente, uma questão de cidadania. Por isso, a construção de uma nova forma de viver (que cada cidadão pode encetar e desenvolver na conduta quotidiana) no sentido da reformulação do nosso relacionamento com o meio envolvente constitui um elemento basilar de todo este movimento em torno das questões ambientais.
 
 
ambiente-1.jpeg