Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
GuilhermePintoHomenagemNotícias

Paixão por Matosinhos

Homenagem ao ex-presidente da Câmara Guilherme Pinto

08.01.18

Um ano depois do falecimento de Guilherme Pinto, a Câmara Municipal de Matosinhos organizou esta noite uma cerimónia de homenagem ao ex-Presidente da Autarquia.

“Guilherme Pinto (1959-2017). Um percurso. Um legado. Uma vida” reuniu no Salão Nobre dos Paços do Concelho centenas de pessoas que quiseram lembrar o percurso político e autárquico de Guilherme Pinto bem como a sua vida pessoal e familiar, e celebrar a obra realizada e o futuro desenhado pelo ex-presidente da Câmara de Matosinhos.

O cónego Américo Aguiar, diretor do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais da Igreja e presidente da Rádio Renascença, recordou a “humildade” e a “capacidade de Guilherme Pinto aguentar as coisas”. “O Guilherme gostava tanto de Matosinhos. Acreditava que as suas opções eram as melhores para Matosinhos. Aprendemos muito com ele. Não deu parte de fraco. Mesmo quando estava doente, esteve sempre à frente das tropas. Queremos que ele continue a inspirar-nos”, disse.

“Venho aqui falar hoje de um amigo”, declarou Manuel Pizarro. O presidente da Federação Distrital do Porto do Partido Socialista destacou, do percurso político “ímpar” e sem “facilidades” de Guilherme Pinto, a sua “imensa cultura”, a sua “imaginação”, a sua “criatividade”, a sua “energia” e a sua ligação com Matosinhos, “o seu espaço de partida e o seu espaço de chegada”. “O Guilherme apaixonou-se cedo por Matosinhos e esta respondeu-lhe com a mesma paixão. Por isso a sua morte foi tão chorada, tão sofrida. O Guilherme viverá para sempre na nossa memória. É um exemplo de coragem e de perseverança”, concluiu.

Também António Lobo Xavier, amigo e colega do curso de Direito na Universidade de Coimbra (1977-1982), admitiu que Guilherme Pinto “partiu cedo demais”.

“Partilhámos o mesmo gosto pela política, pela música, pelos livros, pelas viagens, pela arte, pela gastronomia e pelos cigarros. O Guilherme Pinto era um lutador e um otimista na sua doença. Não pude despedir-me dele. Guardo essa mágoa comigo”, admitiu.

A propósito do percurso político de Guilherme Pinto e das várias opções que tomou em virtude da sua “liberdade interior e da sua independência”, o Conselheiro de Estado sublinhou que “ele poderia ter sido muito mais se não fosse a sua impaciência com a corte e a sua paixão por Matosinhos”. “Podia ter feito tudo mas esteve sempre agarrado aqui”, acrescentou.

Também a Presidente da Câmara Municipal fez questão de prestar uma homenagem a Guilherme Pinto e de realçar que “o bem-estar dos matosinhenses esteve sempre no topo das suas preocupações”. “Nos últimos meses inaugurámos muitas das obras que foram sonhadas por ele como a Casa da Arquitectura, a Praça do Freixieiro ou a EB Irmãos Passos. O Guilherme imaginou para Matosinhos uma cidade de mar, de inovação, de dinamismo e de cultura. Esta homenagem é simples, mas cheia de significado. Esta homenagem deve ser uma forma de dizer que temos saudades dele e que sentimos muito a sua falta. É uma forma de Matosinhos demonstrar o seu agradecimento e reconhecimento por um presidente de câmara que lutou pelos matosinhenses até ao último dia da sua vida”, afirmou Luísa Salgueiro.

Guilherme Pinto, recorde-se, nasceu em Matosinhos em 1959 e faleceu a 8 de janeiro de 2017, tendo presidido à Câmara Municipal entre 2005 e a data da sua morte.

Licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra, foi deputado da Assembleia da República e da Assembleia Municipal de Matosinhos, entrando para a vereação da autarquia em 1989.

Para além das funções exercidas na Câmara Municipal de Matosinhos, Guilherme Pinto desempenhou outros cargos de grande relevo nacional e internacional, entre os quais a presidência da Casa da Arquitectura: Centro Português de Arquitectura, a presidência do Fórum Europeu para a Segurança Urbana (EFUS) e a presidência do Conselho de Administração da Rede Europeia das Cidades e Escolas de Segunda Oportunidade. Foi ainda membro do Comité de Monitorização e relator principal do Conselho da Europa.

Guilherme Pinto foi também membro do Conselho Político do Programa Europeu para a Sustentabilidade das Cidades e Regiões, membro do Gabinete de Estudos do PS e do Conselho de Jurisdição Nacional da JS, Secretário Coordenador e Presidente da Comissão Política do PS de Matosinhos, presidente da Comissão de Jurisdição da Federação Distrital do Porto do PS, membro da Comissão Nacional do PS, diretor de campanha em Matosinhos da candidatura do Dr. Jorge Sampaio à Presidência da República, vice-presidente da Junta Metropolitana do Porto e cofundador da Fundação da Juventude e da Casa da Música.

A cerimónia no Salão Nobre dos Paços do Concelho contou ainda com a presença da Presidente da Assembleia Municipal de Matosinhos, Palmira Macedo, do Vice-presidente da Autarquia, Eduardo Pinheiro, dos vereadores Fernando Rocha, Ângela Miranda, Correia Pinto, José Pedro Rodrigues e Ana Fernandes, do presidente da Assembleia Municipal do Porto, Miguel Pereira Leite, dos presidentes da câmara do Porto, Rui Moreira, de Valongo, José Manuel Ribeiro, e da Maia, Silva Tiago, dos presidentes das uniões de freguesia Lurdes Queirós (Perafita, Lavra e Santa Cruz do Bispo), Pedro Sousa (Matosinhos e Leça da Palmeira), Pedro Gonçalves (Custóias, Leça do Balio e Guifões) e Leonardo Fernandes (S. Mamede de Infesta e Senhora da Hora), dos administradores da Matosinhos Habit, Tiago Maia e Fernanda Rodrigues, e da Matosinhos Sport, Helena Vaz, entre outras personalidades.

As cerimónias de homenagem a Guilherme Pinto iniciaram-se ainda de manhã com o descerramento do columbário onde foram depositadas as cinzas do antigo autarca, no Cemitério de Sendim, junto ao Tanatório de Matosinhos. Da autoria da arquiteta Luísa Valente (a mesma que assinou o projeto do Tanatório), o columbário apresenta uma peça do escultor José Emídio.

  • 0388 image 1 882 600
    0388 image 1 139 90
  • 0391 image 1 882 600
    0391 image 1 139 90
  • 0392 image 1 882 600
    0392 image 1 139 90
  • 0393 image 1 882 600
    0393 image 1 139 90
  • 0394 image 1 882 600
    0394 image 1 139 90
  • 0395 image 1 882 600
    0395 image 1 139 90
  • 0396 image 1 882 600
    0396 image 1 139 90
  • 0397 image 1 882 600
    0397 image 1 139 90
  • 0398 image 1 882 600
    0398 image 1 139 90
  • 0400 image 1 882 600
    0400 image 1 139 90
  • 0401 image 1 882 600
    0401 image 1 139 90
  • 0402 image 1 882 600
    0402 image 1 139 90
  • 0403 image 1 882 600
    0403 image 1 139 90
  • 0404 image 1 882 600
    0404 image 1 139 90
  • 0405 image 1 882 600
    0405 image 1 139 90
  • 0406 image 1 882 600
    0406 image 1 139 90

Artigos relacionados: