Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
Imagem00005 1 2500 2500
MercadoManifestoExposiçãoNotícias

“Albino não morre, só desaparece!"

Exposição fotográfica de Daniel Rodrigues na Galeria Manifesto no Mercado de Matosinhos

16.07.17

"Albino não morre, só desaparece” é uma exposição inédita em Portugal, de um trabalho realizado para o New York Times pelo fotojornalista Daniel Rodrigues que inaugurou no sábado, 15 de julho, pelas 18h00, numa cerimonia que contou com a presença do Presidente da Câmara de Matosinhos, Eduardo Pinheiro.

"Albino não morre, só desaparece!" é uma frase que nunca fez tanto sentido como hoje. A culpa ora recai nos curandeiros, ora na máfia de tráfico de órgãos. Subsiste a crença de que quem possuir um pedaço do corpo dum albino terá sorte ou dinheiro na vida. As imagens aqui expostas mergulham numa realidade sombria: desde 2014 que albinos de Moçambique e Malawi têm sido vítimas de sequestros, assassinatos e túmulos vandalizados. Lá são chamados de "dinheiro". No Malawi, desde janeiro 2015, num universo de 4.000 albinos, foram registados 19 homicídios e 100 casos de sequestros e tentativas de sequestro. Moçambique tem aproximadamente um albino por cada 16.000 habitantes e relatou cerca de 50 casos de abusos. O presente trabalho é um testemunho cru e um grito de alerta para esta realidade.

A exposição permanecerá na Galeria Manifesto até ao dia 27 de setembro e poderá ser visitada de terça a sábado das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 19h00. A entrada é livre.

  • Imagem00001 1 882 600
    Imagem00001 1 139 90
  • Imagem00002 1 882 600
    Imagem00002 1 139 90
  • Imagem00003 1 882 600
    Imagem00003 1 139 90
  • Imagem00004 1 882 600
    Imagem00004 1 139 90
  • Imagem00005 1 882 600
    Imagem00005 1 139 90
  • Imagem00006 1 882 600
    Imagem00006 1 139 90
  • Imagem00007 1 882 600
    Imagem00007 1 139 90
  • Imagem00008 1 882 600
    Imagem00008 1 139 90

Artigos relacionados: