Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
RequalificaçãoHabitaçãoNotícias

Bairro da Cruz de Pau

Requalificação rondará os 3,2 milhões de euros

14.06.17

As primeiras oito habitações unifamiliares do núcleo inicial do Bairro da Cruz de Pau, um dos mais antigos do concelho, começaram hoje a ser demolidas, assinalando o início do processo de regeneração social, ambiental e urbanística deste histórico conjunto habitacional. O projeto prevê a demolição de um total de 32 habitações, a criação de uma área verde e de novas acessibilidades, bem como a requalificação dos restantes 104 fogos do Bairro da Cruz de Pau, com um investimento total que rondará os 3,2 milhões de euros.

O início da demolição foi presenciado pelo presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Eduardo Pinheiro, na companhia do vereador do Espaço Público, Correia Pinto, da administradora da Matosinhos Habit, Olga Maia, e do presidente da União de Freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira, Pedro Sousa. Em declarações aos jornalistas, Eduardo Pinheiro salientou que o objetivo primeiro da operação é a melhoria da qualidade de vida dos moradores da zona, motivo pelo qual todo o processo de realojamento está a ser objeto de especiais cuidados. Até ao momento foram já realojadas as vinte pessoas que habitavam as oito casas agora demolidas, faltando ainda encontrar alojamentos adequados para mais 59 moradores.

Para além da demolição das casas mais antigas e cuja tipologia e construção não justificam o investimento na sua renovação, a operação de requalificação do bairro implicará a reabilitação dos seis edifícios de construção mais recente, datada do início dos anos 1960, e que nunca foram objeto de uma intervenção profunda (esteve prevista no âmbito do programa Prohabita, mas a extinção deste obrigou a atrasar a obra, que agora vai ser candidata aos fundos do PEDU). Para além de um plano de inclusão social, o projeto de requalificação prevê a modernização das infraestruturas de água, saneamento, eletricidade e telecomunicações, a instalação de uma rede de gás, o fecho da caixa de escadas e a criação de condições para um melhor desempenho energético dos edifícios.

Este projeto terá um prazo de execução de 18 meses a partir da data do início dos trabalhos, ainda dependente da aprovação da candidatura aos fundos dos Planos Estratégicos de Desenvolvimento Urbano.

Após a demolição será feita a descontaminação dos terrenos, onde, tendo em vista a descompressão urbanística daquele aglomerado, será criada uma área arborizada com áreas para merendas, jogos e preparação física. Para além de novos acessos viários, que incluem a construção de uma nova rotunda de articulação com a A4, será ainda aberto um corredor de acesso ao Parque das Austrálias.

  • Not demoli  o cruz de pau 1 1 882 600
    Not demoli  o cruz de pau 1 1 139 90
  • Not demoli  o cruz de pau 2 1 882 600
    Not demoli  o cruz de pau 2 1 139 90
  • Not demoli  o cruz de pau 3 1 882 600
    Not demoli  o cruz de pau 3 1 139 90
  • Not demoli  o cruz de pau 4 1 882 600
    Not demoli  o cruz de pau 4 1 139 90
  • Not demoli  o cruz de pau 5 1 882 600
    Not demoli  o cruz de pau 5 1 139 90
  • Not demoli  o cruz de pau 6 1 882 600
    Not demoli  o cruz de pau 6 1 139 90
  • Not demoli  o cruz de pau 7 1 882 600
    Not demoli  o cruz de pau 7 1 139 90
  • Not demoli  o cruz de pau 8 1 882 600
    Not demoli  o cruz de pau 8 1 139 90
  • Not demoli  o cruz de pau 9 1 882 600
    Not demoli  o cruz de pau 9 1 139 90
  • Not demoli  o cruz de pau 10 1 882 600
    Not demoli  o cruz de pau 10 1 139 90
  • Not demoli  o cruz de pau 11 1 882 600
    Not demoli  o cruz de pau 11 1 139 90
  • Not demoli  o cruz de pau 12 1 882 600
    Not demoli  o cruz de pau 12 1 139 90
  • Not demoli  o cruz de pau 13 1 882 600
    Not demoli  o cruz de pau 13 1 139 90

Artigos relacionados: