Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
2500x600 a 1 2500 2500
CulturaMúsicaClássicaNotícias

Ensemble Cum Jubilo

Concerto de Órgão na Igreja de Matosinhos

13.04.17

A Igreja do Bom Jesus de Matosinhos encheu-se na noite de ontem, 12 de abril, para mais um concerto de música clássica integrado no programa da temporada de Música Clássica em Matosinhos para 2017.

O órgão histórico da igreja do Bom Jesus de Matosinhos, construído em 1685 pelo organeiro Michael Hensberg, remodelado, em 1859, pelo organeiro José António dos Santos e restaurado, em 1992, pela Oficina e Escola de Organaria de Esmoriz foi ontem protagonista de um recital.

O Presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Eduardo Pinheiro, e o Vice-presidente, Fernando Rocha, marcaram presença neste concerto apresentado pelo Ensemble Cum Jubilo (órgão e grupo vocal) formado por P. Alvim, A. Brito, A.Bandeira e S. Pedro em que foi possível ouvir uma Missa Cum Jubilo, de Girolamo Frescobaldi (1583-1643) e um Magnificat, de Louis Nicolas Clérambault (1676-1749).

Refira-se que a aposta de Matosinhos na promoção da música erudita constitui um elemento estruturante de uma política cultural cujos valores maiores assentam na qualidade e na sua democratização como forma de, em última análise, alargar a vida e os horizontes dos nossos concidadãos.

A temporada Música em Matosinhos 2017 manterá, assim, os traços gerais da programação dos anos anteriores, permanecendo a aposta nas igrejas das várias freguesias de Matosinhos como espaços de fruição musical, que saliente-se, registaram em 2016, uma adesão notável por parte da população.
Este ciclo de música permitirá escutar, distribuídas por diferentes ciclos de apresentação, obras de referência artística incontornável, de compositores, nacionais e internacionais, de diferentes épocas ou períodos estéticos e para tipos de formação instrumental e vocal variadas.

Sobre o ENSEMBLE CUM JUBILO :
Paulo Alvim [órgão] iniciou os estudos musicais no Conservatório de Música do Porto onde concluiu o Curso Superior de Violino.

Realizou o Curso de Música Sacra na Escola Superior de Música Sacra de Ratisbona (Alemanha), o Curso de Órgão na Escola Superior de Música e Teatro de Munique e o Doutoramento em Música pela Universidade de Aveiro. Atualmente leciona Órgão, literatura e improvisação, no Conservatório de Música do Porto e exerce as funções de organista nas Igrejas de S. Martinho de Cedofeita e de S. Francisco, no Porto. Integra o Conselho Artístico da Revista de Música Litúrgica-SALICUS.

Adriano Brito [tenor], natural do Porto, foi aluno dos Professores Palmira Troufa e Oliveira Lopes. Concluiu o Curso Superior de Canto com a Professora Fernanda Correia, no Conservatório de Música do Porto, tendo sido Prémio Fundação Eng. António de Almeida.

André Bandeira [tenor] iniciou os seus estudos musicais no Curso de Música Litúrgica da Diocese do Porto, onde estudou órgão e piano com os professores Rosa Amorim e Rui Pintão, respetivamente. Desejando aprofundar os seus conhecimentos organísticos, estudou no Conservatório de Música do Porto na Classe de Órgão do professor Paulo Alvim. Realizou a Licenciatura e o Mestrado na Universidade de Aveiro, onde estudou órgão com os professores Domingos Peixoto e Edite Rocha. É professor de órgão no Conservatório de Música do Porto, no Seminário Conciliar de São Pedro e São Paulo de Braga e exerce as funções de organista na Igreja de S. Martinho de Cedofeita-Porto.

Sérgio Pedro [tenor] concluiu o Curso de Música Litúrgica da Diocese do Porto onde estudou Órgão com a professora Rosa Amorim e Harmonia e Órgão Litúrgico com o professor Paulo Alvim. Com o objetivo de aprofundar os seus conhecimentos em órgão, frequentou o Conservatório de Música do Porto na Classe de Órgão do Professor Paulo Alvim. Venceu, em 2009, o Concurso de Composição do Conservatório de Música do Porto, como aluno do Prof. Fernando Lapa. É organista na Paróquia de Sendim, diretor do Grupo Coral de Sendim, maestro do Coro de Santa Eulália de Margaride, onde também é organista e diretor do Coro dos Pequenos Cantores de Margaride do qual é membro fundador. É professor na Escola de Música de Sendim.

Para os amantes de música clássica, decorrerá já no dia 25 de abril, pelas 16h30, no renovado Palacete Visconde de Trevões, um concerto de violoncelo de Jed Barahal.

  • Imagem00001 1 882 600
    Imagem00001 1 139 90
  • Imagem00002 1 882 600
    Imagem00002 1 139 90
  • Imagem00003 1 882 600
    Imagem00003 1 139 90
  • Imagem00004 1 882 600
    Imagem00004 1 139 90
  • Imagem00005 1 882 600
    Imagem00005 1 139 90
  • Imagem00006 1 882 600
    Imagem00006 1 139 90
  • Imagem00007 1 882 600
    Imagem00007 1 139 90
  • Imagem00008 1 882 600
    Imagem00008 1 139 90

Artigos relacionados: