Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
2500x600 a 1 2500 2500
AçãoSocialCentroGISLGBTNotícias

Inaugurado Centro GIS

Novo serviço de atendimento a população LGBT.

14.02.17

Em pouco mais de um mês, o Centro GIS, instalado no edifício Antiga Câmara, na Rua Brito Capelo, já registou 21 atendimentos presenciais ou telefónicos. Há já seis casos a merecer acompanhamento neste espaço que foi criado para dar resposta aos problemas sociais, jurídicos e psicológicos da população LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais).

Os dados foram avançados hoje pela presidente da Associação Plano i, Sofia Neves, na inauguração oficial do Centro GIS.

Criada em novembro de 2015, a Associação Plano I é uma organização sem fins lucrativos que pretende dar resposta a situações relacionadas com desigualdade, discriminação, violência, exclusão e pobreza.

Recorde-se que a Câmara Municipal de Matosinhos assinou em novembro do ano passado um protocolo de cedência de instalações, em regime de comodato, à Associação Plano I para a criação de um Centro Gis, respondendo, assim, a um desafio lançado pela Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade. A designação “Centro Gis" surgiu em memória de Gisberta, a transexual assassinada no Porto em 2006.

“O Centro Gisberta representa a esperança de um país que dá sinais de que está comprometido com as pessoas LGBT”, disse Sofia Neves.

Já o Presidente da Câmara Municipal salientou que “Matosinhos gosta de desafios”. “Este é claramente um deles. Matosinhos tem um enorme historial na área social. A autarquia decidiu, por isso, sem hesitar, ceder estas instalações para um projeto de igualdade numa zona da cidade que queremos revitalizar”, referiu Eduardo Pinheiro.

Também a Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Catarina Marcelino, reconheceu que “a Câmara Municipal de Matosinhos está sempre na linha da frente e sem preconceitos”. “É bom saber que a Gisberta não morreu em vão com tudo o que despoletou na sociedade”, frisou.

O trabalho de Guilherme Pinto, presidente da Câmara Municipal de Matosinhos falecido em janeiro último, foi bastante elogiado nas três intervenções.
Catarina Marcelino recordou o seu “entusiasmo”, enquanto Eduardo Pinheiro admitiu que Guilherme Pinto foi “um homem sempre à frente do seu tempo” e que “abraçou este projeto “de corpo e alma”.

Presentes na cerimónia estiveram a Vice-presidente da Autarquia, Joana Felício, o Vereador da Educação, António Correia Pinto, a Vereadora da Ação Social, Lurdes Queirós, o Vereador do Desporto, Tiago Maia, e o Delegado Regional do Norte da CIG (Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género), Manuel Albano.

  • Imagem00001 1 882 600
    Imagem00001 1 139 90
  • Imagem00002 1 882 600
    Imagem00002 1 139 90
  • Imagem00003 1 882 600
    Imagem00003 1 139 90
  • Imagem00004 1 882 600
    Imagem00004 1 139 90
  • Imagem00006 1 882 600
    Imagem00006 1 139 90
  • Imagem00008 1 882 600
    Imagem00008 1 139 90
  • Imagem00009 1 882 600
    Imagem00009 1 139 90
  • Imagem00010 1 882 600
    Imagem00010 1 139 90
  • Imagem00011 1 882 600
    Imagem00011 1 139 90
  • Imagem00012 1 882 600
    Imagem00012 1 139 90
  • Imagem00013 1 882 600
    Imagem00013 1 139 90
  • Imagem000114 1 882 600
    Imagem000114 1 139 90
  • Imagem000214 1 882 600
    Imagem000214 1 139 90
  • Imagem000314 1 882 600
    Imagem000314 1 139 90
  • Imagem000414 1 882 600
    Imagem000414 1 139 90
  • Imagem000514 1 882 600
    Imagem000514 1 139 90
  • Imagem00007 1 882 600
    Imagem00007 1 139 90

Artigos relacionados: