Passar para o Conteúdo Principal
C.M Matosinhos
TeatroConstantinoNeryEventos

A Cabeza do Dragón

O novo espectáculo de PT Excéntricas

20.05.17

"A cabeça do Dragão" foi colocada pelo autor, Ramón María del Valle-Inclán, uma trilogia de forças que intitulou, ironicamente, Retábulo de marionetas para educação de príncipes.

A estória repete, mais uma vez, a viagem ao mito do Dragão, que é comum a todas as culturas do mundo, e fundamental na nossa, a europeia.

Um príncipe, Verdemar, foge do reino materno por ter desobedecido à ordem que proibia libertar o Duende. No seu caminhar, chega ao reino de Micomicomicón, que treme sob o alento fétido do Dragão. Como é tradição, uma princesa ser-lhe-ha entregada para salvar as vidas e as fazendas do reino.

Mascarado para ocultar a sua condição de príncipe, Verdemar mata o Dragão com a espada de diamantes e desaparece. Um bandido da floresta, Espandián, rouba a cabeça do Dragão, e com ela vai reclamar o prêmio: a mão da princesa Infantina e a coroa real. Ela rejeita o impostor, e é aqui onde trabalha o Duende, que leva toda a estória a cuidar o príncipe Verdemar, em pago duma velha dívida: a liberdade.

Este conto, que toda a gente conhece, está astuciosa e brilhantemente manipulado pelo autor. Valle-Inclán introduz elementos actuais, crítica social, brincadeiras políticas, anacronismos, comentários que impugnam a tradição, etc. Manipulação que conduz a peça na direção do grotesco contemporâneo: o esperpento. Uma estética deformada dos heróis e das estórias míticas, como afirmação de que o nosso tempo não fagocita com facilidade o mítico e maravilhoso.

O autor recomendava, para a sua encenação, que a peça parecesse feita para crianças, mas dirigida às pessoas adultas acompanhantes.

O espectáculo de PT Excêntricas inspira-se no alargamento da cultura popular às influências do cinema, da BD e das estéticas do pop oriental. A cultura de massas japonesa têm uma forte inspiração na teatralidade tradicional e na releitura constante dos mitos maravilhosos.

A versão d'A cabeça do Dragão de P T Excêntricas move-se entre a magnética influência do Japão e a carnavalesca tradição da farça européia.

"A Cabeça do Dragao" , o novo espectáculo de PT Excéntricas
Autor: Ramón María del Valle-Inclán // Encenaçao: Quico Cadaval

Preço dos bilhetes 7,50€. Para crianças até aos 14 anos, estudantes e maiores de 65 anos: 5€, Desconto de 20% para compras superiores a 10 bilhetes.

imagem

Horário:

21h30

Local:
Cine Teatro Constantino Nery

Artigos relacionados: